Make your own free website on Tripod.com
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 .

 

SHEMA ISRAEL, ADONAI ELOHENU, ADONAI ECHAD! DEUT 6:4

 

Judeus e Gregos

Min. Benedito Poças

EDIÇÃO de o CAMINHO

Às vezes nos deparamos com situações que muito nos deixa triste hoje em dia, entre as chamadas "igrejas de Deus” que são as variedades de doutrinas. Devemos nos perguntar como pode isto estar acontecendo? Se a nossa Bíblia é a mesma, temos o mesmo REDENTOR e se recebemos a mesma fé que uma vez por toda foi dado aos santos. (Jud 1:3).

Em muitas igrejas da atualidade vemos tradições e costumes que, se comparados com a palavra, estão totalmente fora da Vontade do ETERNO. E se tentamos nos levantar contra tais ensinos, e isto com base nas Escrituras Sagradas, com o intuito de levar a Verdade para os que estão enganados, somos quase "apedrejados e taxados como intrusos" pelos mesmos. A igreja do ETERNO vem sendo bombardeada há anos com doutrinas fora da realidade. Doutrinas estranhas fazem parte do cotidiano de nossas vidas como seguidores de Cristo e nós nem se quer percebemos.

A Igreja do ETERNO vem se desviando muito dos planos e dos ensinamentos que lhe foram dados; eu acredito que ela precisa ser restaurada. Dentro dos planos divinos dos quais estão relatados no Livro de Atos dos Apóstolos e nas Cartas de Paulo, poderemos restaurar a mesma. Procurando retornar às raízes e isto só é possível quando procuramos conhecer e entender as Escrituras sem influencias de fora. Nossa fé não pode perder suas origens com o passar dos séculos (Mat 16:18; 28:20).

Os ensinamentos romanos e do protestantismo, não podem desviar-nos da verdade das Escrituras. Nossa fé, meus irmãos, não teve sua origem em Roma, Ela veio de Jerusalém; de Sião! Não veio de outras promessas a não ser dos patriarcas, Abraão, Isaque e Jacó (Israel); confirmada pelo Salvador Yaohushua e Seus apóstolos, Crendo em um único Deus e Pai! (Deut 6:4) confirmado pelo Messias (Mar 12:29).

Todos estudiosos da Bíblia compreendem que a salvação veio dos judeus, e não há como negar isto (João 4:22). Mas por meio da sua rejeição veio a salvação a todos os povos, profeticamente cumprindo ...e em ti serão benditas todas as nações da terra. (Gên 18:18; Gal 3:8, 9).

Isto não significa que a Igreja do ETERNO tomou o lugar e as promessas de Israel, jamais; a eles somos devedores, pois de Israel é tudo, as promessas, o culto, etc (Rom 9:4 cf 11:1-5).

Mas, se por meio do seu endurecimento espiritual alcançamos a riqueza da salvação pela misericórdia do nosso Pai Celestial que colocou todos na mesma situação de pecado, para usar de misericórdia para com todos. (Rom 11:32) Em Gálatas 5:6 lemos: Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão (judeu) nem a incircuncisão (gregos ou nações) tem valor algum; mas sim a fé que opera pelo amor.  - YAOHUH UL (O Criador ETERNO) mesmo os endureceu (o coração) para que não cressem; porém nem todos, pois sabemos que a Igreja do ETERNO iniciou-se com cento e quarenta e quatro mil Judeus (Apoc 7:4).

Sabemos que eles (os judeus) quando rejeitaram o Seu Rei, Yaohushua, neste momento a vinha foi arrendada a outro povo para que produzissem frutos (Luc 20:15-16). Mas nem por isso devemos ter os judeus como nossos inimigos porque, pois através dos seus patriarcas veio a nossa fé, e eles, primeiro do que nos, já se relacionavam com o Altíssimo; temos a mesma fé! Israel é a oliveira de YAOHUH UL, onde todos aqueles que recebem a Cristo, nela são enxertados. (Rom 11:24).

Agora em Cristo não há diferença entre ser Judeu ou Grego (nome genérico dado aos que procedem dentre as nações) porque o Messias é um e é Salvador tanto de Judeu como de Gentio (Rom 10:12).

NOTA de o Caminho: Não confunda gentios com gregos... Note que GENTIOS são judeus procedentes das 10 tribos apostatadas (nas Escrituras ditas ISRAEL) - Isa 9:1. Veja que primeiro, CRISTO veio para os Seus - Mateus 10:6. Cristo era um gentio (seus pais procediam da Galiléia e Ele era conhecido pelo cognome "o GALILEU".

Vejam, com o processo deste enxerto, gregos e judeus passam a conviver junto, em amor e em comunhão, fazendo ambos parte da Igreja do ETERNO que é a Oliveira verdadeira e atual (Rom 11:23). Notem que eles (os judeus) também estão cortados da oliveira como nós estávamos antes de aceitar o Messias (Ef 2:12). Para que eles sejam novamente ligados tem que crer em Yaohushua. Analisem o que Paulo disse aqui: I Cor 10:32 – Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja do ETERNO. 

Podemos notar que o Pai Celestial na sua imensa sabedoria pegou a descendência de Abraão e cumprindo o Seu propósito de abençoar todas as nações em Yaohushua, o Messias, dos dois povos fez um (Ef 2:14, 15; Rom 15:11). O Altíssimo pegou os gregos que estavam fora do concerto, e por meio da graça que é um favor imerecido (pois os gregos (assim como os gentios) sempre foram pessoas adoradoras de ídolos, sempre vivendo no politeísmo tendo vários deuses – como ainda hoje o cristianismo vive adorando um deus triuno), como também aos judeus que rejeitou o seu Messias, ficando assim, na mesma condição das outras nações. No momento em que tanto judeu como grego aceite esta misericórdia do Pai que é o sacrifício do Seu próprio Cordeiro que tira o pecado do mundo, o Messias, estas pessoas são enxertadas na Oliveira Verdadeira e salvo pela graça (Rom 11:5, 6; 5:2).

Bem, nós somos salvos pela fé em Cristo e assim temos entrada na graça; como também o judeu, pois Yaohushua é o Caminho (João 14:6). Notem que aqui a afirmação é bem clara. Não temos dois caminhos para chegar ao Pai; não se trata da escolha entre dois caminhos possíveis, ou o caminho de Cristo, ou o caminho da Lei e da circuncisão. Se o Judaísmo rejeitou a Cristo, rejeitou o Caminho para o ETERNO, o Pai.

Notem que este Yaohushua derrubou a parede que nos separava fazendo dos dois, um só povo. Qual será a nossa atitude dentro da Igreja do ETERNO? Qual será a posição entre os Gregos e entre os Judeus? Sabemos que a Igreja não é igreja dos "gentios" e nem tão pouco igreja dos Judeus ou Gregos, e sim Igreja dos eleitos comprados pela graça, no sacrifício do Messias. Agora, podemos chegar a uma decisão positiva para sabermos o que fazer e escolher nossa maneira de viver espiritualmente, baseado nos ensinos do Mestre e de Seus Apóstolos.

Por que de maneira alguma a Igreja do ETERNO pode seguir costumes dos gregos, pois são costumes pagãos vindo de Babilônia. Em Romanos 11:8-10 lemos: Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje.  E Davi diz: Torne-se-lhes a sua mesa em laço, e em armadilha, E em tropeço, por sua retribuição; Escureçam-se-lhes os olhos para não verem, E encurvem-se-lhes continuamente as costas. 

Vimos à situação dos judeus (gentios), pois eles praticaram o maior erro ao rejeitar o Messias e estão sofrendo devido a esta atitude de rejeitar a sua maior dádiva vinda do céu (Mat 27:25), então a sua situação é esta que acabamos de ler dita por Paulo. E, a explicação deste texto, tomo de um programa radiofônico feito pelo Ministro Altair Junqueira, que nos diz o seguinte:

“...Então nós vamos voltar aqui no capitulo onze de romanos: o que é que Paulo fala a respeito da situação de Israel? Vejam bem, em conseqüência da desobediência deles, deles terem cometido o maior erro que foi ter rejeitado o Messias, eles estão sofrendo... sofreram na era negra da história grande perseguição movida pelo anti-cristo mas, na verdade, esta perseguição que o povo judeu sofreu foi em função da sua desobediência maior que foi rejeitar o próprio Messias. No Salmo oitenta e nove foi dito que se eles desobedecessem ao ETERNO, Ele puniria suas transgressões com Vara; então eles foram punidos, espalhados entre as nações...

NOTA de o Caminho: Estes são os Gentios...

Romanos nos revela a situação de Israel depois que rejeitaram o Messias, depois que foram endurecidos, depois que começou a salvação da grande multidão, então o apostolo Paulo aqui vai dizer a situação deste povo e depois o apostolo Paulo vai dizer como é que nós devemos nos comportar em relação a isto porque tem muita gente que desprezam os Judeus, consideram os Judeus como assassinos de Cristo e desprezam os Judeus por ignorar a palavra de Deus.

NOTA de o Caminho: Não confunda os atuais JUDEUS (como nação política) com os JUDEUS, POVO do ETERNO...

Então nós vamos ver primeiro a situação em que o povo Judeu (como nação) ficou e que está até hoje e como deve ser nossa forma de agir com o povo Judeu nestes dias em que vivemos: No capitulo onze começando pelo versículo oitavo, lemos: Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje. Aqui neste versículo temos a situação em que o povo Judeu ficou... Deus lhes deu o espírito de profundo sono, olhos para não verem e ouvidos para não ouvirem. Esta é a situação; é por isso que é difícil alcançar um Judeu com a mensagem do reino do ETERNO (sobre Yaohushua) porque eles estão adormecidos; estão desligados. Não se ligou à realidade eles estão adormecidos; não conseguem ver, os seus ouvidos não ouvem e por isso não podem aceitar que Yaohushua é o Messias.

Eles aceitam um Messias que virá mas não crêem que esse Messias é o mesmo Yaohushua que já veio e que foi rejeitado pela Sua nação. O décimo verso diz: escureçam se lhes os olhos para não verem e encurvem-se lhes continuamente as costas... então, uma pessoa cuja costas está encurvada, cada vez mais vai olhar para baixo e não vai olhar para a frente.

Isto aqui serve de alerta para muitas pessoas que querem seguir os Judeus (com suas indumentárias), não porque não encontram a Verdade na Bíblia – Ela tem a Verdade - é porque quer novidades. Tem gente que quer se destacar e não o faz através do seu trabalho, pois não trabalha para o ETERNO, não se submete à Ele e não é bem sucedido na obra do ETERNO, então começa a inventar coisas doutrinas e métodos e por isto sai correndo atrás dos Judeus. Vai à sinagoga; vai pedir explicação para os rabinos... vejam bem a situação deste povo de Israel que o Apostolo Paulo nos disse estar sem poder ver, dormindo o profundo sono, com as costas encurvadas e seus ouvidos não ouvindo! O que você vai encontrar, indo por este caminho? O que alguém que vai atrás do Judeu pode aprender sobre a salvação? O que você pode aprende lá é negar o Messias. O que você vai aprender lá é não aceitar Yaohushua como Messias, é isso que você vai aprender...".

Vejamos então o que nos diz as Escrituras com relação à este impasse que também existiu na igreja primitiva:

Pessoas dentro da Igreja do ETERNO querendo continuar com as praticas judaicas, ditos "gentios" querendo continuar nas práticas pagãs ou também fazendo os costumes judaicos para se salvarem, obrigando o Apóstolo Paulo a escrever diversas cartas. Vamos ver na Bíblia estes assuntos:

Para os gregos, Paulo deixa bem claro que não adianta os mesmos, passarem a observar a lei, com a intenção de serem justificados ou salvos, ou com a intenção de fazerem parte do "povo do ETERNO”, sendo assim herdeiros das promessas. A única coisa que tem valor e poder ser justificados, é através da fé que opera por meio do amor, e só se consegue por meio do sacrifício de Cristo (Gal 5:2-6; Rom 3:29). Os gregos que tentam se justificar pela lei, já estão separados de Cristo, e da graça tem se afastado.  E os judeus, apesar de cumprir a lei, segundo o que disse Paulo também esperam a salvação pelo espírito da fé (Gal 5:5).

Devemos analisar bem os ensinamentos de Yaohushua e dos Apóstolos com relação às tradições a serem observadas na congregação. Temos o melhor exemplo disto quando Tiago, no livro de Atos nos relata no Cap 15:20, onde estipula preceitos a serem seguidos pelos gentios e gregos: "Mas escreve-lhes, que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado, e do sangue".

Estes quatro preceitos para os gregos (e gentios) são nada mais que uma síntese das leis morais, sociais e cerimoniais de Moisés (não invalidando os 10 mandamentos). Aqui, a Lei esta sendo claramente utilizada pelos apóstolos, não para trazer a salvação para os gregos (e gentios), mas sim para sua santificação como povo escolhido do ETERNO por meio da graça.

Tiago, no verso 21 (Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas) demonstra que se o grego quiser saber e aprender mais a respeito da Torah, que o mesmo vá onde a Lei é ensinada aos judeus (sinagogas), já que Moisés tem quem o ensine desde os tempos antigos em cada cidade e em cada sinagoga. Isto faz da observação de outros aspectos da Lei, uma opção pessoal para o grego, já que Tiago não proíbe o restante da lei aos mesmos. Ao contrario disto, ele ainda ensina o que o grego - assim como os gentios -  deve fazer se o mesmo quiser aprender mais a respeito da Lei; desde que isto não seja feito com intenção de justificação (salvação), mas sim de entendimento, qualificação pessoal e santificação.

As Escrituras nos deixam claro, que a Igreja de Cristo é composta de judeus e gregos. Tanto os crentes judeus (e gentios), quanto os crentes gregos fazem parte do mesmo corpo, e tem como Salvador o mesmo Senhor: "Ha um só Deus, Pai de todos (judeus e gregos), o qual é sobre todos, por todos e em todos”. Ha um só Corpo e um só Espírito“. (Efe 4:4 e 6)  e isto nos deixa bem claro que tanto judeu como grego tem que aceitar o sacrifício que o Eterno fez enviando o Seu Filho como Messias. Sendo Ele próprio o único Caminho;  procurando guardar os Seus mandamentos, pois tanto a grego como judeu esta ordenado obedecer (I Corintios 7:19).

Veja o que disse Jesus ao moço rico quando lhe perguntou o que devia fazer para herdar a vida eterna - E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos (Mateus 19:17). E a respeito do reino - Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus (Mateus 5:19).

E nos escritos apocalípticos podemos ver com maior clareza estes ensinos para a Igreja de Deus. - E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Cristo (Apocalipse 12:17). Este Testemunho, segundo esta mesma Palavra é as Escrituras, a Sua Verdade inspirada e dada aos homens (Apoc 19:10). Lemos também - Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus (Apocalipse 14:12). Devemos ter uma compreensão a respeito da lei moral do ETERNO que são normas divinas que devem ser cuidadosamente obedecidas.

Que a eterna Misericórdia do ETERNO em nossas vidas não nos faça acomodar e aceitar a situação  em que vivemos, mas sim que nos abra os olhos para enxergarmos a verdadeira vontade do ETERNO para o Seu povo. Que a Igreja do ETERNO se arrependa, e se volte novamente para a Sua face, e siga a Sua palavra e cumpra os Seus propósitos. Que os ensinamentos para a igreja contida no livro de Atos e nas cartas de Paulo e em todo o Evangelho sejam realidades em nossas vidas nos dias de hoje; com a mesma unção, a mesma simplicidade, a mesma doutrina, o mesmo amor e principalmente, em humildade e perseverança e sendo unânimes nas questões doutrinárias.

" E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E Todos que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e fazendas, e repartiam com todos, segundo a necessidade de cada um. E perseverando unânimes todos os dias no Templo, e partindo o pão de casa em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração. Louvando ao ETERNO, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à Igreja aqueles que se haviam de Salvar." (Atos 2:42-47)

 

Leia Também:

Considerações...

 

VISITE A NOSSA LOJA ON-LINE

Temas DVs

HOME

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.