Make your own free website on Tripod.com

 .

SHEMA ISRAEL, ADONAI ELOHENU, ADONAI ECHAD! DEUT 6:4

 

O Festival da Lua Nova

By Rabino Judeo Mesiânico Jack (Ya'acov) Farber

Yeshayahu (Isaias) 66:23 lemos: ... E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um Shabbat até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o    S-NHOR. Como parte da nossa liturgia semanal, nós temos recitado este verso todo Shabbat pela manhã. No entanto, recentemente é que o S-nhor tem me convencido do que nós temos lido.

Como parte da nossa liturgia seminal, nós temos recitado este verso todo Shabbat pela manhã. No entanto, foi só recentemente que o S-nhor me convenceu sobre o que estávamos lendo.

Do contexto desta passagem, Yeshayahu está claramente dizendo sobre um tempo no futuro. Ele esta dizendo que em algum tempo no futuro, todos, não somente aqueles que já celebram o Shabbat e a Lua Nova, estarão adorando o  S-nhor naqueles dias. Hoje em dia, a maioria das congregrações Messiânicas, inclusive a nossa, já adora no Shabbat, mas por alguma razão o Festival da Lua Nova, o Rosh Chodesd tem sido esquecido e ignorado.

Rosh Chodesh celebra a Lua Nova, e por isso, o novo mês no calendário Hebraico. O Rosh Chodesh é determinado, baseado na primeira aparição da lua no céu. Durante a era do Templo, duas testemunhas oculares testificariam diante do Sinédrio que eles tinham visto a nova crescente prateada, eles então, declarariam o inicio do novo mês. Hoje é tudo feito através de cálculos matemáticos.

Como Judeus crentes no Messias Yeshua, nós não temos tido problemas em aceitar os dias de festas Bíblicas, porque o significado de cada uma delas ao Judaísmo Messiânico é inquestinavel. Cada uma das Festas é uma sombra de coisas passadas ou coisas que estão por vir, e todas elas apontam para o Messias Yeshua.

 

 

Mas o que dizer do Festival da Lua Nova? É de alguma maneira menos significativa do que Pesach (Páscoa), Rosh Hashanah (Ano Novo)/Yom Teruah (Festa das Trombetas) e outras mais?

Nós primeiramente ouvimos sobre o Festival da Lua Nova no livro de Shemot (Exodo) 40:1-2: Falou mais o S-NHOR a Moshe, dizendo: No primeiro mês, no primeiro dia do mês, levantarás o tabernáculo da tenda da congregação. No calendário Hebraico, a lua nova inicia o novo mês. Era neste dia em particular que o S-nhor queria que Moshe levantasse o tabernáculo.

Depois que o Tabernáculo era levantado, no mesmo dia, a Glória de D-us o enchia. Shemot 40:33-34: Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar, e pendurou a cortina da porta do pátio. Assim Moshe acabou a obra. Então a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do S-NHOR encheu o tabernáculo; Foi na lua nova que a glória do S-nhor encheu o Tabernáculo. O Festival da Lua Nova também era um dia de sacrifícios: Bamidbar (Números) 28:11: E nos princípios dos vossos meses oferecereis, em holocausto ao S-NHOR, dois novilhos e um carneiro, sete cordeiros de um ano, sem defeito" Não somente isto, mas também era um dia em que se tocava o shofar: Bamidbar 10:10: Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis as trombetas sobre os vossos holocaustos, sobre os vossos sacrifícios pacíficos, e vos serão por memorial perante vosso Deus: Eu sou o S-nhor vosso D-us."

D-us considerava o dia da lua nova importante o suficiente a ponto de requerer ofertas especiais e o toque do shofar!É por esta razão que o Judaísmo tradicional considera o Rosh Chodesh um Dia menor de Expiação.

Além de muitos outros eventos Biblicos que aconteceram na lua nova, era também o dia em que Moshe falou aos filhos de Israel dando a eles os mandamentos do S-nhor. Claramente vemos que Moshe honrou o festival da lua nova assim como Ezra (Esdras), veja Esdras 3:5; David Melech (Rei), veja Sh’muel Alef (I Samuel) 20:5, 18, 24 e Sh’lomo Melech (Rei Salomão) também o fez. De fato, veja o que Sh’lomo Melech nos diz em Divre HaYamin Bet (2 Crônicas) 2:4: "Eis que estou para edificar uma casa ao nome do S-NHOR meu D-us, para lhe consagrar, para queimar perante ele incenso aromático, e para a apresentação contínua do pão da proposição, para os holocaustos da manhã e da tarde, nos Shabbats e nas luas novas, e nas festividades do S-NHOR nosso D-us; o que é obrigação perpétua de Israel." Note a ultima sentença, o Festival da Lua Nova é requerido pra sempre.

No entanto, a menção do Festival da Lua Nova não é limitado ao Tanach (O primeiro Testamento). Rav Shaul (Paulo), faz uma menção do Festival da Lua Nova em Kolosim (Colossenses) 2:16-17: "Ninguém, pois, vos julgue com relação ao comer, ou ao beber, ou porque vós observais os dias de festa, ou de lua nova, ou de Shabatot, que são sombras das coisas vindouras, mas o corpo é do Mashiach"

Não somente os dias de Festas são uma sombra do Mashiach, mas O Rosh Chodesh (Festival da Lua Nova)também o é. Shaul mesmo admitiu ser um Judeu observante, que não abandonou os Festivais do S-nhor. Por toda Escritura e especialmente no livro de Ma’asei HaShlichim (Atos), nós lemos sobre ele afirmando sobre as Festas e tradições do povo Judeu. O Judaísmo Tradicional não abandonou a celebração do Festival da Lua Nova, de fato, é celebrado em muitas sinagogas com cantos e danças.

Há uma razão mais significante ainda pela qual nós como Judeus Messiânico deveríamos estar celebrando Rosh Chodesh. Como nós sabemos, Hasatan (Satanás) é um falsário. Para tudo o que D-us estabeleceu, Hasatan tem uma farsa. No caso da lua nova, um dia de sacrifícios e bruxaria para satanistas. Se o fato que ele encontrou é suficientemente significante para falsificar Rosh Chodesh com sua "adoração na lua cheia," deve ser uma razão ainda mais significante para nós reconhecermos o Festival da Lua Nova de D-us e celebra-lo.


Baruch HaShem
 

CLIC AQUI PARA VER O DIA DA LUA NOVA E O PÔR-DO-SOL PARA A SUA CIDADE!

 

HOME

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.